quinta-feira, 31 de outubro de 2013

Museu do Índio leva cultura Maxakali para sala de aula

A iniciativa envolve estudantes e professores de cerca de 30 escolas de mais de dez cidades no nordeste mineiro, região onde se encontram as aldeias dos povos Tikmũ'ũn_Maxakali.
A agenda de atividades inclui mini-cursos, exposições de trabalhos de fotógrafas e fotógrafos indígenas, palestras e mostras de material educativo elaborado pelo Museu do Índio a partir da realização da exposição "Canto-brilho Tikmũ'ũn" realizada no âmbito do projeto Índio no Museu. Destaque para os filmes e fotografias produzidos pelos pesquisadores indígenas do Projeto de Documentação de Línguas Indígenas-PRODOCLIN, Marilton Maxakali e Isael Maxakali.
maxakali evento escolasMG
A campanha "Convivência e ancestralidade no território Tikmũ'ũn_Maxakali" é resultado de uma parceria do Museu do Índio/FUNAI com a Escola de Música da UFMG, o Programa PROEXT - MEC, o INCT Inclusão no Ensino Superior e na Pesquisa e a Secretaria de Educação do Estado de Minas Gerais.
A ação do Museu do Índio junto às escolas visa atender à lei 11.645/2008 que institui a obrigatoriedade do ensino da cultura indígena nas escolas regulares.
Os povos Tikmũ'ũn_Maxakali, apesar de sua grande força cultural, de sua capacidade de reprodução social e de sua vitalidade linguística e musical, sofrem no dia-a-dia com o grande desconhecimento dos regionais sobre eles. O desconhecimento sobre os povos indígenas é um reflexo e uma arma que alimentam o preconceito.
Comunicação Social/ MI
31/10/2013

sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Museu do Índio em ação junto aos povos do Oiapoque

De  14 a 18 de outubro , o  Museu do Índio/ FUNAI, em parceria com o  Instituto de Pesquisa e Formação Indígena – IEPÉ, realizou no Museu Kuahí, uma oficina de capacitação em conservação e acondicionamento de acervos culturais. A iniciativa, voltada  aos índios do Oiapoque(AP), responsáveis pela gestão do Kuahí,  foi mais uma ação em prol do fortalecimento cultural e político das comunidades indígenas.  Participaram, representantes das etnias Palikur, Galibi Marworno, Galibi Kalinã e Karipuna. 

                              
A iniciativa contou com a presença da Coordenadora de Patrimônio Cultural do Museu do Índio, Dra. Ione Couto.  Para a oficina, ela elaborou uma apostila abordando, de forma simples e objetiva,  a necessidade de preservação de acervos culturais e as técnicas utilizadas na conservação desses materiais - documentação, higienização e acondicionamento.  
Durante o  encontro foi realizada, ainda, a instalação de um programa de catalogação, o PHL, utilizado pelo Museu do Índio na  base de dados da biblioteca e do acervo museológico da instituição.

Ione Couto considerou gratificante a experiência de trabalhar com o  grupo gestor do Museu Kuahí,  destacando a capacidade que tem de, pela observação, dominar e conduzir  a linguagem museológica, tanto na realização de exposições como na transferência de informações ao visitante.  A especialista destacou a troca de conhecimento ocorrida durante os cinco dias da oficina. 

O Museu Kuahí
A instituição, situada no município do Oiapoque(AP), é ligada à Secretaria Estadual de Cultura. O Museu Kuahí  é  administrado desde a sua inauguração, em 2007,  por grupos da região (Palikur, Galibi Marworno, Galibi Kalinã e Karipuna).  Para tanto, se especializaram em atividades museológicas como conservação e difusão de acervos por meio de exposições e venda de objetos etnográficos,  visitas orientadas  e atendimento  à pesquisa.  Tanto o acervo bibliográfico quanto o etnográfico foi organizado pela antropóloga Lux Vidal, pesquisadora dos índios do Oiapoque e integrante do IEPÉ


Comunicação Social/ MI
25/10/ 2013


segunda-feira, 21 de outubro de 2013

Museu do Índio na Semana de Ciência e Tecnologia

A mostra  fotográfica  “Crianças Indígenas”  vai marcar a participação do Museu do Índio na Semana Nacional de Ciência e Tecnologia 2013.   A exposição  poderá ser vista  de 23 a 27 de outubro no Jardim Botânico/ RJ.  De graça. 

Comunicação Social/ MI

21/10/2013 

quarta-feira, 16 de outubro de 2013

Índios do Oiapoque recebem capacitação em conservação de acervos

Administradores do Museu Kuahí, representantes Palikur, Galibi, Galibi Marworno e Karipuna participam do treinamento promovido, de 14 a 19 de outubro, pelo Instituto de Pesquisa e Formação Indígena -IEPÉ, com o apoio do Museu do Índio/ FUNAI.

A parceria com os povos do Oiapoque (AP) começou em 2008, quando o Museu do Índio montou, no Kuahí,a exposição etnográfica "Jane Reko Mokasia: organização social Wajãpi". Desde então, várias atividades conjuntas foram desenvolvidas sendo esta a primeira que envolve a transmissão de informações técnicas sobre conservação de acervos culturais. 


A museóloga e Coordenadora de Patrimônio Cultural do Museu do Índio, Dra. Ione Helena Pereira Couto, orienta as atividades. Segundo ela, o objetivo da oficina é oferecer para os servidores do Museu Kuahí conhecimentos básicos sobre mobiliário para guarda de acervos, controle climático para uma boa conservação, metodologia para documentação e criação de base de dados. 




Comunicação Social/ MI
16/10/2013



segunda-feira, 14 de outubro de 2013

Jornal Museu ao Vivo nº 40

2013 é, sem dúvida,  um ano de comemorações para o Museu do Índio.   A instituição celebra  os 60 anos da sua fundação  e os 23 anos de existência do  Jornal Museu ao Vivo.  A publicação, editada pela Comunicação Social do MI, acaba de lançar sua  40ª edição.  Além de uma ampla matéria sobre a trajetória da instituição em mais de meio século de existência,  o leitor encontra  informações sobre as  próximas exposições, que  vão  marcar a reabertura do museu para o público.
   
                                      

Os exemplares da publicação são destinados as escolas  da rede municipal do Rio de Janeiro, além de universidades, instituições culturais e órgãos de pesquisa.  
Todas as edições do Jornal Museu ao Vivo estão disponibilizadas online.  Confira  no site do Museu do Índio (www.museudoindio.gov.br).  

Comunicação Social/ MI
14/10/2013




sexta-feira, 11 de outubro de 2013

Oficina de Língua Guarani no Museu do Índio

                                 
O professor da UNIRIO, José Ribamar Bessa Freire, na aula inaugural da Oficina de Língua Guarani que começou nesta sexta-feira (11/10), promovida pelo Serviço de Estudos e Pesquisas do Museu do Índio/ FUNAI. 

       Fotos: Denise Louigiz Saltarelli
A oficina vai acontecer até o dia 20 de novembro, sempre às sextas-feiras, das 10h às 17h, no Museu do Índio, em Botafogo. As aulas serão ministradas por Albeto Tupã Ra'y. Mais informações em estudos.pesquisas@museudoindio.gov.br .  

Comunicação Social/ MI
11/10/2013 

sexta-feira, 4 de outubro de 2013

Museu do Índio no evento Morar Mais por Menos


Foto: Marta Gontijo 

Peças  indígenas de várias etnias integram  o evento  de decoração Morar Mais por Menos, que tem como tema Brasilidade.   
Aberto ao público até 10 de novembro, na Avenida Epitácio Pessoa, 4.866, Lagoa/ RJ. Confira! 


Comunicação Social/ MI
04/10;2013

terça-feira, 1 de outubro de 2013

Confira o resultado do seminário sobre gestão de acervos culturais indígenas promovido pelo Museu do Índio

O seminário "Gestão de acervos culturais em centros de formação de documentação de cultura  e museus indígenas no Brasil", fruto de uma parceria entre o Museu do Índio e a Rede de Cooperação Alternativa, aconteceu de 17 a 20 de setembro de 2013, reunindo entidades indígenas e indigenistas. Neste período os participantes realizaram um diagnóstico da atual situação dos acervos culturais indígenas nas instituições e discutiram a criação de uma rede de colaboração entre o Museu do Índio e as entidades que guardam esse tipo de documentação.

           Fotos: Celso Renato Maldos

Na ocasião os representantes do MI apresentaram  as ações atualmente desenvolvidas  e sua aplicação para acervos geridos por povos e organizações indígenas. O Diretor do Museu do Índio, José Carlos Levinho, falou sobre a política de conservação de acervos  adotada pela  instituição e sobre a importância de disponibilizar bolsas de apoio a pesquisadores  indígenas.

No último dia, foram destacados os pontos fortes e fracos relativos à gestão de acervos culturais indígenas no Brasil. Também ficou decidida,  pelas entidades participantes,  a publicação de um documento sobre os trabalhos desenvolvidos durante o seminário.

                     

Além do Museu do Índio e da Rede de Cooperação Alternativa - organizadores do seminário, estiveram presentes ao evento, representantes do Kuahí - Museu dos Povos Indígenas do Oiapoque, do Centro de Formação e Documentação Wajãpi, do  Centro de Documentação e Pesquisa Indígena, do  Centro de Ensino e Pesquisa Pënxwyi  Hëmpejxá, do  Centro Indígena de Formação Cultural Raposa Serra do Sol, da Associação Indígena Kisedje, do  Centro de Documentação Kuikuro e da  Casa de Cultura Ikpeng.


Comunicação Social/ MI
01/10/2013


Arquivo do blog

Pesquisar este blog

Você já esteve no Museu do Índio?