terça-feira, 30 de abril de 2013

MUSEU DO ÍNDIO, EM BOTAFOGO, REABRE EM JULHO DE 2013


Construído em 1888, o casarão que abriga o Museu do Índio, no bairro de Botafogo, é um exemplo da arquitetura neoclássica do século XIX. Tombado, em 1967, como patrimônio de preservação cultural do País, o prédio está sendo adaptado para a instalação de um novo sistema central de ar condicionado. Serão realizadas obras para reforma do telhado, substituição de calhas e revisão nas instalações elétricas.

Objetivando a segurança dos seus acervos e dos visitantes, o Museu do Índio ficará fechado de 1º de maio até o final de julho, quando será reaberto com nova exposição de longa duração.

Informamos, ainda, que os trabalhos de documentação de línguas e culturas indígenas prosseguem normalmente. Essas ações beneficiam 27 mil índios, abrangendo 105 aldeias.

Agradecemos a compreensão de todos.

 A Direção


segunda-feira, 22 de abril de 2013

DIA DO ÍNDIO 2013


 Um grande número de visitantes esteve no Museu do Índio prestigiando  as atividades gratuitas realizadas para  para marcar o  19 de abril.  O público conferiu uma programação variada que incluiu mostra de filmes sobre arte indígena,   lançamento do novo portal e do selo comemorativo dos 60 anos das instuição,  além de apresentações, ao ar livre,  dos cantos e danças Fulni-ô, da Aldeia Águas Belas (PE).

O vereador Max Fulni-ô  esteve presente nos eventos de celebração da data.  Ele falou sobre a importância de valorizar a  cultura da  etnia e destacou  o ritual Ouricurí que, segundo ele, representa um marco na aldeia - “é um ritual de purificação, de oração, um local sagrado, pois fortalece a cultura, preserva a língua e mantém a tribo unida”.  Max Fulni-ô aproveitou para ressaltar a luta contra o preconceito. De acordo com ele, existem, ainda, grandes tabus a serem quebrados. O vereador explicou que na tribo vivem muitos índios doutores, dentistas, sociólogos e outros, que não têm nenhuma chance  no mercado de trabalho da sociedade não índia.  Ao final da entrevista, Max Fulni-ô deixou um questionamento: “quando os índios, primeiros habitantes do país, irão se igualar aos homens brancos, em termos de oportunidades?”.

Max Fulni-ô esteve por oito anos à frente da Fundação Esportiva Guarani-Fulni-ô. Há quatro meses como vereador, ele pretende implantar  na Aldeia Águas Belas,  um projeto de reciclagem de lixo, um pólo esportivo e uma casa de saúde indígena.
Comunicação/ MI
22/04/2013
 

 

sexta-feira, 19 de abril de 2013

DIA DO ÍNDIO 2013 - Público lota o Jardim do Museu na celebração da data




Lotado desde cedo, o Museu do Índio, em Botafogo, vai promover , até o final da tarde, eventos para marcar a data.

Este ano, o MI preparou para celebrar o dia 19 de abril, uma série de atividades comemorativas que vão, desde a exibição de filmes sobre a cultura indígena, até apresentações, ao ar livre, dos cantos e danças Fulni-ô(PE).

Na Mostra de Filmes de Arte Indígena, serão exibidas, ao longo do dia, duas produções: “Ritxoko, arte cerâmica dos Iny – karajá da Ilha do Bananal, Tocantins” e “Tuhti, arte de tecer dos Tikmũ’ũn – Maxakali de Minas Gerais”.

O visitante, também, poderá conhecer detalhes sobre os povos de várias etnias por meio do Portal de Línguas e Culturas Indígenas do MI. Em instalações distribuídas pelos jardins do museu e com layout reformulado, o portal estará disponibilizando informações coletadas por pesquisadores indígenas em suas próprias aldeias.

Além disso, o Museu do Índio vai aproveitar o evento para lançar o selo comemorativo dos 60 anos da instituição.

E quem visitar o MI, neste dia , vai receber de brinde os catálogos “Iny: Bero Manhadu – Povo do Rio – Os karajá da Ilha do Bananal” e “Mbya: Tape Porá – Impressões e Movimento – os Guarani Mbya no Rio de Janeiro”.

Toda a programação do dia 19/04(sexta-feira) vai acontecer das 9h às 17h30min com entrada franca.

Vale lembrar que, durante o mês de abril, o Museu do Índio está oferecendo ao público uma série especial de atividades gratuitas.

Confira a programação:

Dia do Índio 19 de abril (sexta-feira)
. Mostra de filmes de arte indígena;
. Lançamento do selo comemorativo Museu do Índio 60 Anos;
. Distribuição de catálogos Guarani e Karajá;
. Apresentação cultural dos Fulni-ô, da Aldeia Águas Belas (PE).

A apresentação cultural dos Fulni-ô vai até o dia 28 de abril, às 10h e 15 horas.

No feriado, dia 23 (terça-feira), somente às 15 horas.

No dia 27 (sábado), às 16 horas.

No dia 28 (domingo), às 14h e 16 horas.


Comunicação/ MI
19/04/2013

quarta-feira, 3 de abril de 2013


Os Fulni-ô  e os Kayapó são destaque nas comemorações do Dia do Índio 2013 no MI

 

Duas etnias são destaque no Museu do Índio durante todo o mês de abril, em  comemoração ao Dia do Índio(19/04).  Os Fulni-ô, da Aldeia Águas Belas (PE) e os Kayapó, da Aldeia Moikarakô (PA)  recebem os visitantes com novidades que trazem de suas aldeias.  A prograamão especial inclui apresentação de danças, cantos  e bate-papo informal com o público do MI.  

Os Fulniô
De 02 a 22 de abril, o grupo de 21 rapazes apresenta
as danças e os cantos tradicionais de seu povo. A atividades acontece de  terça a sexta-feira, as 10:30h e as 15h.  Aos sábados de domingos,  o horário é as 15:30h.

 

Os Kayapó
De 02 a 12 de abril, os Kayapó da Aldeia Moikarakô, município de São Félix do Xingú (PA) também participam das comemorações.  O cacique
Akiaboro Kayapó, acompanhado de Ekrã, Bekua, Oket e Betĩ Kayapó, recebe os visitantes para conversar sobre as tradições de seu povo. Os encontros acontecem de 02 à 12 de abril, de terça a domingo, sempre a partir das 14h.


 
Comunicação Social/ MI
03/04/2013

terça-feira, 2 de abril de 2013

Dia do Índio 2013 no Museu do Índio (Botafogo-RJ)


Os Fulni-ô da Aldeia Águas Belas (PE) já estão no Museu do Índio, em Botafogo/RJ, para participar da programação especial.
Durante o mês de abril, o grupo de 21 rapazes vai apresentar as danças e os cantos tradicionais de seu povo.
Entrada gratuita.

Compartilhe! Participe!



02/04/2013



Arquivo do blog

Pesquisar este blog

Você já esteve no Museu do Índio?