domingo, 20 de abril de 2014

19 de abril no Museu do Índio

Cerca de 350 pessoas prestigiaram, neste sábado (19 de abril),  as celebrações pelo Dia do Índio no MI. Uma programação variada e  gratuita  atraiu visitantes de diversas tribos e idades. Durante toda a tarde, o público pode participar de inúmeras atividades, entre elas duas oficinas interativas, o lançamento do filme Karioka, de Takumã Kuikuro (MT) e a reabertura da  Biblioteca Marechal Rondon, com a inauguração da mostra Florestas de Livros, reunindo publicações de autores indígenas. E para encerrar o dia, uma apresentação fulni-ô (PE) de cantos e danças.  As atividades especiais para celebrar o Dia do Índio prosseguem  até o final de abril. Confira aqui a programação completa e participe!


Museu do Índio lotado durante apresentação dos fulni-ô


O premiado cineasta indígena Takumã Kuikuro fala sobre
seu novo filme destinado ao público infantil,
antes da sessão de estréia



Visitantes aguardam para serem pintados pelos kuikuro (MT).
As pinturas corporais são feitas com tinta a base de
jenipapo e têm duração média de duas semanas.  Tudo
 como nas aldeias.


Exemplo de reciclagem: as crianças aprendem com os fulni-ô
 a confeccionar cocares utilizando canudinhos de plástico.   

A Biblioteca Marechal Rondon reabre com um novo espaço
dedicado aos leitores mirins. A reabertura foi marcada com a
inauguração da mostra Floresta de Livros.



Comunicação Social/ MI
20/04/2014

domingo, 13 de abril de 2014

Domingo de celebração no Museu do Índio

Mais um dia de atividades gratuitas com danças e cantos Fulni-ô (PE), pintura corporal Kuikuro (MT) e  muita interatividade com o público.  A programação ao ar livre  preparada especialmente para celebrar o Dia do Índio (19/04) se estende até o fim do mês. Veja mais aqui

Foto: Celso Renato Maldos
  



Comunicação Social/ MI
13/04/2014

sábado, 12 de abril de 2014

Artes Kuikuro e Fulni-ô na abertura da semana que celebra o 19 de abril no Museu do Índio




No primeiro dia de atividades gratuitas programadas para celebrar o Dia do Índio no MI, o público assistiu a  apresentações de cantos e danças dos Fulni-ô (PE) e  pode conhecer um pouco da arte Kuikuro (Parque do Xingu/ MT) por meio de suas pinturas corporais.  Em uma atividade interativa, ao ar livre, os visitantes tiveram a oportunidade de ter seus corpos tatuados com tinta feita a base de jenipapo. Marca dos Kuikuro, esses desenhos  prometem duração de duas semanas antes de se apagarem.
   Acompanhe aqui a programação especial do mês de abril no Museu do Índio.
Comunicação Social/ MI
12/04/2014



Pesquisar este blog

Carregando...

Você já esteve no Museu do Índio?